22 de mar de 2013

Dicas Para Estudar Francês Sozinho



É muito chato quando ficamos totalmente dependentes das aulas do curso quando queremos aprender um idioma. Depois que comecei o Francês (retornei, na verdade), fiquei um pouco mais sedenta por vocabulário e conteúdo e comecei a perceber que somente as aulas não iriam me apetecer, não no ritmo que eu gostaria. Estava dando uma pesquisada e vou colocar algumas dicas e links que encontrei por aí, não utilizo de tudo isso, mas sei que isso ajuda MUITO, até mesmo pra quem quer ser auto-didata. Segue abaixo as dicas: 
  1. Tenha certeza de que é isso que você realmente quer. O Francês é um idioma com muitas regras gramaticais e isso pode te querer fazer desistir e te cansar, mas se um conseguiu, você também consegue. ;)
  2. Procure materiais didáticos para aprender. O Rosetta Stone, segundo o grupo de intercambistas gringos que vão pra França é muito bom, porém muito caro. Outra alternativa sugerida seria esse aqui, é bem barato e disseram que é um ótimo material. 
  3. Você pode aprender a pronunciar algumas palavras usando o próprio google tradutor. Mas o livemocha é uma alternativa sem dúvidas MUITO melhor e ainda de graça. lol
  4. Escute músicas em francês, mesmo que não entenda, você vai acostumando seu ouvido com o novo idioma. Tente traduzir suas músicas preferidas sem o dicionário.
  5. Baixe aplicativos no seu celular como o MindSnacks French, um aplicativos com vários jogos que te ajudam a aumentar seu vocabulário
  6. Releia livros que você já leu em português na versão francesa, mas procure os de nível mais fácil primeiro, obviamente.
  7. Se você tiver tv a cabo, sky, etc. procure assistir o tv5 monde, é um canal que transmite de tudo, de jornais à filmes. Leia também jornais locais, como o Le Monde.


Alguns sites para aprender Francês gratuitamente:

http://www.busuu.com/pt < indicaram no grupo de intercâmbio, não é de graça, custa 30 dólares mensais, mas disseram que é ótimo.
http://www.bbc.co.uk/languages/french/
http://www.bonjourdefrance.com.br/aprenda-frances-online/ 
http://frances.forumdeidiomas.com.br/ < dicas muito interessantes, retirei algumas desse site. hihi

Alguns artistas franceses*:

Édith Piaf

Coeur de Pirate

Joyce Jonathan

Carla Bruni

Anaïs

Jean-Louis Aubert


E segue aí uma playlist feita pela Melina Souza do blog A Series of Serendipity:
Au revoir, Camila.

16 de mar de 2013

E meu vlog está oficialmente INAUGURADO!

E finalmente decidi começar meu vlog, yay. Eu tentei gravar o vídeo na segunda-feira (10/3), mas, como eu explico no vídeo não rolou e agora ele finalmente está aí. Ficou com uma qualidade não muito boa, mas pq tive de gravar na web do mac. Mas XEZUS, que miniatura mais horrível que ficou, tentei mudar, mas a melhor foi essa. Se gostou, se inscreve aí.


10 de mar de 2013

Diário de Intercâmbio - Distrito, Impressões, Ansiedade

Bonjour, Bonsoir, whateva... ainda estou aqui, mesmo depois de passar 9/10 dias sem postar. lol Mas é que não tinha muita coisa pra falar, estava sem notícias, e só agora a coisa mudou. Vou falar um pouquinho sobre meus possíveis distritos na França (que são dois), minhas primeiras impressões antes mesmo de ir e o resto você vai ver se continuar lendo e se prepara pq o post tá IMENSO. Juro que vou tentar diminuir nos próximos.


Possíveis Localizações;

Eu já estava pirando desde o resultado da seleção. O nosso Chairman (responsável pelo intercâmbio do distrito), Fransérgio, só havia mandado um e-mail com a tabela de classificação e o nosso país de destino e mais nada. Eu fiquei sem saber o que fazer e muito ansiosa, já tinha o passaporte (que era a única coisa que eu tinha em mente para ser providenciada, mas eu já tinha, então) e já tinha começado as aulas de francês e aí eu mandei um e-mail pra ele assim: 

Camila Villaca
Quando receberemos as próximas orientações e informações?! 

Fransérgio Piovesan
Agora estamos enviando os documentos.
Os distritos parceiros terão um tempo para analisar e fazer a parte deles.
Não há tempo certo.
Você será informada de tudo por e-mail.


Fiquei mais tranquila, só que ainda continuava ansiosa pra saber onde iria ficar. Mostrei esse e-mail pro Ivo e ele me disse que havia perguntado pro Chairman a possível localização dele, o Fransérgio respondeu e foi aí que pedi pro meu pai ligar pro mesmo pra perguntar sobre a minha possível localização também. Feito isso, o Chairman disse que o "convênio", sei lá que palavra eu usar kk, com o distrito da França é, na verdade, multidistrital e eu poderia cair no distrito 1640 (Normandia) ou no 1520 (Picardie). Eu já sabia que sobre a possibilidade de cair na Normandia antes de ele falar, por causa da menina do meu distrito que está lá.
Desde o início queria ir pra um lugar frio, que nevasse todos os anos, mesmo que pouco, e quando vi que poderia cair no 1640 (que está localizado no noroeste da França e consequentemente na costa), me desanimei bastante porque sabia que era mais quente, mas depois que conversei com todo esse pessoal (a intercambista do meu distrito que está lá, a amiga francesa dela e a menina da Normandia que está aqui) e pesquisei, eu me animei MUITO. Depois do e-mail, vi que havia também uma possibilidade de cair no 1520, que é relativamente mais frio, pois está situada no norte e quase na fronteira com a Bélgica, mas, não sei porque, ainda não consegui me animar com essa possibilidade, que era tudo que eu queria no começo, acho que é porque já me familiarizei com a Normandia. É, pode ser. Agora chega de enrolação, esse texto deve tá super confuso, então vamos pro que interessa.

Normandia;

Mont Saint Michel - Normandia

"Normandia (francêsNormandie) é uma região histórica do noroeste da França colonizada pelos normandos. É dividida em duas regiões administrativas: a Baixa Normandia, reagrupando os departamentos CalvadosManche e Orne, e a Alta Normandia, com os departamentos Eure e Seine-Maritime."

A intercambista do meu distrito está morando numa cidade na Baixa Normandia,  ela me disse que já nevou duas vezes, mas que ela acha bem frio mesmo sem neve e que chove bastante. Já intercambista da França, que está aqui, morava num vilarejo na Alta Normandia e pelo que eu vi, lá neva mais vezes do que na Baixa. O vilarejo fica a 35 minutos da sua escola, da principal cidade também e a 2 horas de Paris e dá pra ir sozinha de trem, yay. Eu conversei com a Roxane, e ela disse que todo ano os seus pais  recebem intercambistas e que nesse ano não seria diferente e ela queria muito que eu ficasse na sua casa, disse que se eu caísse lá iríamos sair sempre, etc, etc, etc. Aí a mesma mandou um e-mail pro  chairman dela (do seu distrito da França), pra ver se ele conseguiria me colocar na família dela. 
A Roxane foi muito fofa comigo, tirou toda a impressão negativa que eu tinha dos franceses quando visitei a Europa em 2012. Quando fui pra lá, o único lugar que eu e minha mãe tivemos problemas com a comunicação e educação, foi em Paris. Claro que não dá pra generalizar, algumas pessoas foram educadas, mas a gente fica com a essa impressão, né? Mas ai, a Thayenne falou pra uma amiga francesa dela sobre mim, ela se chama Pauline, e a mesma me adicionou no facebook, ficamos conversando horas em inglês e isso só tirou mais ainda qualquer impressão negativa que eu tive.



A Normandia também é um lugar com muita riqueza histórica. Foi palco de importantes batalhas e ainda é possível obsevar todas essas marcas. A Normandia também possui praias belíssimas. O Mont Saint Michel, foi um mosteiro foritificado (wikipedia mandou beijo) e foi feito em homenagem ao arcanjo de São Miguel. Ele está localizado em um ilhote e o Rotary organiza encontros de intercambistas lá.

Picardia;

Longpont - Picardia

"A Picardia (em francês: Picardie) é uma das 26 regiões administrativas de França. Situada no norte do país, compreende três departamentos: Aisne, Oise e Somme."

Eu não sei muito, na verdade não sei quase nada mesmo kk, sobre a Picardia. Só sei o que eu vi no wikipedia, que é mais frio, o sotaque é mais carregado, que está no norte e entre os rios Marne e Somme. Agorinha estava procurando informações sobre lá, que são poucas, e vi um textinho que dizia: 
"Selvagem na baía do Somme e no parque de Marquenterre, a Picardia torna-se maravilhosamente gótica ao longo da estrada das catedrais (Amiens, Laon e Beauvais). Ao evocar os castelos de Pierrefonds, Compiègne ou Chantilly, desvenda-se um ambiente da realeza."


Aqui segue um vídeo que eu achei, a música dá sono, mas as fotos são de tirar o fôlego. Como eu disse, não tinha muito o que fala sobre esse lugar, não conheço nenhum intercambista de lá e o google não ajudou muito.


Meu próximo posto será um post feito junto com o meu amigo intercambista, Ivo Junior (http://usahomeaway.blogspot.com.br/) e vamos falar sobre como se inscrever no programa de intercâmbio do Rotary. Vimos que muita gente tem dúvidas, todo mundo pergunta pros intercambistas sobre isso e já me perguntaram também e como é chato ter que ficar explicando toda hora, achamos melhor fazer um post específicamente sobre isso. O post estava programado pra sair hoje, mas como não deu, vamos postar no máximo até o fim de semana que vem.
Depois disso, não sei quando vou postar de novo, o Chairman disse para eu ter paciência, pois posso ficar até Maio sem novas notícias, mas o vlog eu já vou começar logo. Pode ser que durante todo esse surja mais alguma coisa pra eu falar. Se você tiver alguma sugestão de post, deixa nos comentários ou no meu ask. 

Au Revoir, Camila.


1 de mar de 2013

Primeiro Post - Diário de Intercambio - Preparação e Apresentação


Hey, wassup?! Me chamo Camila, tenho 16 anos (17 no dia 6 de novembro), moro em Cuiabá - Mato Grosso (não é Mato Grosso do Sul, lol) e estou no 2 ano do colegial. Vou fazer intercâmbio para a França durante um ano, entre julho/agosto de 2013 até julho de 2014, e estarei relatando meu dia a dia, dando dicas, contando sobre a cultura do meu host country e mostrando como é ser uma intercambista nesse tumblr e, mais para frente, em um vlog no youtube.

  

COMO TUDO COMEÇOU?
Pra explicar como tudo começou, teria de voltar no tempo. Desde pequena, 7/8 ou talvez 9 anos, sempre quis viajar pelo mundo e já comentava sobre isso com meus pais, apesar de nem saber o que era intercambio, já dizia que queria morar fora quando crescesse. Mais tarde, quando eu já sabia o que era intercâmbio lol, passei a demonstrar interesse em realizar e meus pais desde sempre me incentivaram e deram total apoio. A princípio, os planos era para que eu fosse no em julho de 2014 (no meu 3 ano do EM), mas por alguns motivos, decidimos (felizmente) antecipar para julho de 2013.

ESCOLHA DO DESTINO;
A escolha do destino é algo pessoal, cada um tem seus interesses e objetivos, porém muita gente vai pela língua. Se você tem vontade de aprimorar seu inglês, faça uma listas dos países que falam a língua e vá elimando de acordo com seus interesses e até mesmo o custo. Você pode levar em conta o clima, a economia, a localização, etc. Eu, por exemplo, como vou pelo Rotary e é mais barato, quis um país diferente, pois já sei bem o inglês e se quiser ficar fluente, intercâmbios de 4 meses resolvem e não são tão caros como os intercâmbios para França ou Alemanha, no caso. 

Minha Escolha;
Anyway… Meu interesse pela França (mais precisamente por Paris, mas ok.) começou quando vi um filme das gêmeas Olsen em que elas viajam pra Paris e tudo mais. Depois disso, me apaixonei. Já cheguei a chorar de emoção quando via reportagens no globo reporter sobre a França, psicopata demais i know ahahaha. Eu gostava tanto de França e afins, que na 6 série cheguei a fazer um ano de francês, eu era a mais nova da turma. BUTTT, quando completei meus 15 anos ganhei uma viagem pra Europa, fui pra França, Alemanha, Áustria e Itália e acabei me apaixonando pela Alemanha (não que eu não tenha gostado da França), mas como eu ia pelo Rotary não saberia se poderia ir ou não para lá e até o dia da seleção a vaga para a Alemanha não havia sido confirmada, mas a da França sim, e eles pediram para que colocássemos os países que gostaríamos de ir por ordem de preferência no fim da prova e como não quis arriscar, coloquei França em primeiro. Depois da seleção, tivemos de esperar uma semana para os resultados (fizemos a prova no dia 2/02). No final, deu no que deu, cai na França e não me arrependo nem um pouco da minha decisão, estou muito feliz.
P.s; Ainda não sei qual a minha cidade, não recebi meu guarantee form (ou placement).


 (Tubingen - Alemanha - 2012)


ESCOLHA DA AGÊNCIA/ORGANIZAÇÃO;
A escolha da agência/organização (se é que teve escolha) foi uma coisa simples. Meus pais foram rotarianos, já conheciam o programa de intercâmbio do Rotary, o YEP (o mais antigo do mundo, atua desde 1929), confiavam no mesmo e o custo benefício era alto (o Rotary, até onde eu sei, é o jeito mais barato de realizar um intercâmbio), além do fato de o Rotary ser uma organização e enviar milhares de jovens todos os anos para estudar fora e as opções de destino serem imensas. Não posso falar com propriedade sobre outras agências, pois não conheço de perto o trabalho de cada uma, mas muita gente recomenda a CI e a STB, por serem agências o custo é mais alto, mas você pode escolher o país que quer ir (sem precisar de passar por um processo seletivo) e não tem a obrigação de receber um intercambista na sua casa,  como é o caso do Rotary. Já a AFS é uma organização que realiza intercâmbios para lugares inusitados por preços mais em conta e é super recomendada por muita gente.



PREPARAÇÃO;
Minha preparação começou em julho do ano passado, quando comecei a preencher o application form (é preciso realizar sua “inscrição” com no máximo 6 meses de antecedência), o que levou meses para ser finalizado. A lista de documentos é enorme. Agora que recebi meu país, já me matriculei novamente nas aulas de francês. Ainda falta receber minha cidade, escola e família para correr atrás do visto, das passagens, roupas, um celular e uma câmera para o vlog. lol



BENEFÍCIOS DO INTERCÂMBIO segundo o Rotary
  • Ampliar a visão de mundo com o exercício de hábitos e costumes diferentes.
  • Aprender a melhor enfrentar difíceis situações e a tomar decisões.
  • Desenvolver maior capacidade de liderança.
  • Aprender uma língua estrangeira e tornar-se mais qualificado para uma colocação profissional.
  • Estudar e observar aspectos interessantes da vida e cultura do país hospedeiro.
  • Agregar informações e conhecimentos variados que farão diferença no futuro.
  • Conviver com os problemas e as soluções nas comunidades de um país diferente, exercitando a boa-vontade e o entendimento entre as nações (um dos princípios do Rotary).
  • Poder agir como embaixador do país de origem, levando aos Rotary Clubes e aos grupos de jovens de seu país hospedeiro um maior conhecimento sobre suas origens.

É isso, o post ficou bem grande, mas os próximos serão menores. E ah, mais tarde começarei meu vlog e o blog será mais para posts específicos e postagens de fotos.

Au revoir, Camila.




Seguidores

Horário